Revista de Ciências Humanas

Editora:
Universidade Federal de Santa Catarina
Data de publicação:
2010-09-07
ISBN:
0101-9589

Descrição:

Revista de Ciências Humanas é um periódico multidisciplinar que publica textos inéditos (artigos regulares, comentários, resenhas de livros, depoimentos e obituários), com especial atenção aos textos que trazem resultados de pesquisas, revisões da literatura de pesquisa e reflexões críticas sobre experiências realizadas nas diferentes áreas das Ciências Humanas.

Documentos mais recentes

  • Por que e para que vivemos? Qual sentido damos à existência humana?

    Viver, a que se destina? é uma obra disposta em 120 páginas lançada em 2020 pela editora Papirus 7 Mares, escrita por Mario Sergio Cortella e por Leandro Karnal. Em tempos de pandemia provocada pelo novo coronavírus (Covid-19), a temática abordada pelos autores exige do leitor reflexões acerca da existência da humanidade em sociedade. Viver, a que se destina? promove, a partir das provocações de Cortella e Karnal (2020), indagações como: quais seriam nossos propósitos enquanto seres humanos? Quais seriam nossas escolhas e as rotas que traçamos durante o trajeto de nossa vida? Trata-se de uma produção voltada a qualquer público interessado pelo conteúdo tecido com muito esmero pelos autores. É leitura indispensável a todo e qualquer ser humano que lança olhar para si e para outro, e que tem compreensão de suas ações e do outro e de que maneira isso pode ou não impactar ou implicar em outras ações, boas ou não tão favoráveis assim. Para além de se tratar de um livro que pode se inscrever no campo da autoajuda, não o é assim definido aqui, mas compreendido como um estímulo ao leitor para tomar e retomar quantas vezes desejar, quando quiser fazê-lo em qualquer tempo e espaço. Isso, pois, as leituras realizadas sempre serão outras, novas, contínuas, tanto quanto os sentidos atribuídos também o poderão ser.

  • Economia criativa e desenvolvimento: uma análise do desenho da política pública de São José dos Campos (SP)

    Este trabalho apresenta uma análise do desenho da política pública de economia criativa no município de São José dos Campos (SP) à luz de uma perspectiva de desenvolvimento. O objetivo foi verificar se essas políticas endogeneizaram o conceito de economia criativa, promovendo a adaptação ao contexto local tendo em vista a melhoria das condições sociais. Esta é uma pesquisa exploratória e descritiva, na qual se adotou o estudo de caso e a pesquisa documental, tendo sido realizada uma análise de conteúdo a partir de dados secundários. Como resultado, constatamos que a perspectiva de desenvolvimento que prevalece no desenho da política é unidimensional, focada apenas na dimensão econômica, comprometendo a promoção de desenvolvimento de forma ampla, social. Além disso, se por um lado encontramos uma pluralidade de atores previstos nas políticas, por outro não identificamos as formas de manifestação dessa heterogeneidade nas decisões, ainda, a ausência de transparência reforça essa dinâmica.

  • Discurso político, ethos e legitimidade: uma análise de discursos de posse do governo Bolsonaro

    Com o início do governo Bolsonaro, chamou a atenção a forma como o mesmo iria construir sua legitimidade diante de tantas polêmicas. Assim, o trabalho tem o objetivo de compreender a constituição e a representação do ethos do governo Bolsonaro mediante análise dos discursos de posse do atual Presidente e de quatro ministros de seu governo. O método empregado incide no dispositivo de Análise do Discurso denominado de Semântica Global, elaborado por Maingueneau. Verificamos que os discursos combinaram estratégias discursivas que buscam produzir efeitos de persuasão no destinatário, ao passo que tece a legitimidade do governo e induz a oposição, a acusação e a polarização político-ideológica perante o adversário. Concluímos que os discursos constituíram e representaram o ethos do governo através de apelos religiosos, narrativas maniqueístas e de diversos elementos de cunho nacionalista, a fim de legitimar o poder e a dominação sobre o Outro, a esquerda política.

  • Psicologia e Afetividade em Espinosa: uma revisão crítica sobre o uso da teoria dos afetos

    Este trabalho consiste numa investigação que visa analisar as relações existentes na Psicologia acerca da Afetividade a partir das contribuições de Espinosa. Partindo inicialmente de uma revisão bibliográfica em base de dados para conhecer qual a compreensão da Psicologia sobre os afetos, elencou-se três categorias de análise: a) distinção entre usos casuais e sistemáticos da obra de Espinosa; b) conceitos espinosanos que recebem maior atenção ou citação; c) áreas que buscam no autor uma contribuição às suas reflexões. Do total de artigos, 43,75% fizeram uso casual da referência pessoal ou teoria de Espinosa e 56,25% fizeram uso sistemático e destacaram a teoria por meio de elaboração reflexiva. Entre os artigos existe a prevalência dos conceitos afeto/afetividade/dimensão afetiva, conatus, encontro, paixão, afecções e imaginação. As áreas que buscam a contribuição do filósofo se destacam em: sócio-histórica; histórico-cultural; educacional; desenvolvimento; clínica; representações sociais; psicanálise na infância.

  • Aos Pés da Virgem Azul: notas sobre Simbolismo, Sincretismo Religioso e Tradição no Paraguai

    O presente artigo objetivou analisar, de maneira sucinta, alguns aspectos da religiosidade paraguaia, tais como o sincretismo e sua relação com as tradições e a identidade nacional. Buscou-se, aqui, identificar as interfaces existentes entre religiosidade, sincretismo religioso, identidade nacional e tradição na cultura paraguaia. A metodologia utilizada foi revisão bibliográfica e trabalho de campo de caráter etnográfico. Constatou-se que a religiosidade no Paraguai tem um viés sincrético, mas ainda inconfessado. Verificou-se também que identidade nacional do povo paraguaio é tributária de tradições culturais herdadas tanto de sua matriz indígena quanto das contribuições do colonizador europeu. Desse modo, a identidade nacional e religiosa do povo paraguaio pode ser localizada tanto no seu devir histórico enquanto nação quanto nas manifestações culturais acionadas para representar tais identidades.

  • Soberano oculto: análise do papel do Estado norte-americano no fomento aos setores industrias ligados à computação

    O objetivo desse artigo é demonstrar o papel desempenhado pelo Estado norte-americano no fomento aos setores industriais ligados à computação. Essa investigação se centra tanto no papel do Estado no processo de catching up desses setores industriais, como em seu papel no decorrer de seu processo de consolidação. Assim, o artigo busca problematizar a ideia de que o Estado norte-americano constitui um modelo de Estado que intervém pouco na economia, o que fica claro a partir da apreciação de seu apoio aos setores industriais ligados à computação. Para ilustrar a atuação do governo norte-americano em prol desses setores industriais, essa investigação se valerá da análise de quatro casos históricos: o Semi-Automatic Ground Environment; o National Science Foundation; o Defense Advanced Research Projects Agency; o Semiconductor Manufacturing Technology Consortium. Com isso, espera-se apresentar as nuances do apoio do Estado norte-americano a esses setores estratégicos da economia, o que já foi destacado por importantes contribuições teóricas, especialmente Mazzucato (2014), Chang (2004) e Block (2008), os quais abordaram essa questão de forma mais geral. Para tanto, foi analisada uma ampla literatura mais específica que tratou de analisar o desenvolvimento desses setores industriais nos Estados Unidos.

  • Dimensões de escalas atitudinais parentais acerca do contato com a natureza

    O estudo objetivou investigar a estrutura interna de duas escalas de atitude parental, originalmente produzidas em língua inglesa e então adequadas ao contexto brasileiro. Da aplicação de questionários online com 105 genitores, propriedades psicométricas dos instrumentos foram investigadas pela análise de consistência interna, de componentes principais e estudo relacional entre as variáveis atitudinais. Na Atitude Parental para com a Natureza, os itens agruparam-se em adesão estética, oportunidades de contato e transformação positiva e, na Atitude Parental para com a Criança na Natureza, em benefícios ao desenvolvimento, riscos à segurança e repercussões desfavoráveis. Os Coeficientes Alfa de Cronbach mostraram-se satisfatórios e, apesar de tipicamente positiva, a atitude parental foi desfavorecida pela percepção de riscos à segurança da criança.

  • Uma introdução ao Empirismo Alternativo de David Hume

    Neste artigo, sustento que o conjunto da obra de David Hume pode ser compreendido como expressão de uma reelaboração singular e original, a seu tempo, da tradição empirista que encontrou em John Locke seu principal artífice. Procuro identificar as particularidades e analisar os desdobramentos dessa concepção alternativa do empirismo naqueles que considero os três aspectos fundamentais do pensamento humeano: o entendimento, as paixões e a moral. Pretendo, ainda, com esta investigação, salientar o papel do empirismo humeano como um dos eixos integradores de seu projeto de construir uma ciência da natureza humana, desde a etapa orientada à cognição individual (o entendimento) àquelas cujo enfoque recai sobre a sociabilidade (paixões e moral).

  • A participação das comunidades tradicionais de terreiro no campo da saúde: as pesquisas em psicologia social

    Esse artigo apresenta uma revisão bibliográfica sobre a saúde da população negra e a participação da religiosidade afro brasileira, no campo da Psicologia Social . Ele integra uma pesquisa de cunho mais amplo que pretende colaborar com as propostas da Política Nacional para a Saúde da População Negra, que reconhece as comunidades tradicionais de terreiro como sendo promotoras da saúde. Considera se aqui o papel da Psicologia Social, em sua vertente crítica, para com o combate ao racismo no Brasil, e para com as propostas de transformação social. A busca pela produção limitou se às Revistas de Psicologia (em interface com o social), indexadas na Rede Scielo e na LILACS Biblioteca Virtual em Saúde (Bireme). Foram encontrados apenas dois artigos, o que aponta para uma fragilidade das pesquisas neste campo, o que solicita à Psicologia Social uma reflexão sobre tal resultado, uma vez que restringe sua participação n os movimentos e lutas pela equidade étnico raciais no Brasil. Palavras chave: Psicologia social. Equidade em saúde. R eligiões afro brasileiras.

  • Transição paradigmática e meio ambiente: posição de dois grupos etários Paradigmatic transition and environment: position of two age groups Transición paradigmática y medio ambiente: posición de dos grupos de edad

    O modo como as pessoas percebem, representam e valorizam o meio ambiente permite compreender comportamentos que o afetam. Assim, buscamos caracterizar as representações sociais da natureza, do meio ambiente e da água, e as crenças ambientais de 133 jovens e 100 adultos maduros. Os dados dos dois grupos etários foram comparados a fim de se poder vislumbrar a evolução do pensamento ecológico entre gerações. Utilizando a Escala NEP, encontramos um sistema de crenças biocêntrico para ambos os grupos etários, não tendo sido observada diferença estatisticamente significativa entre eles. As representações sociais, obtidas através de questionário de evocações livres, também se apresentaram similares nos dois grupos. Verificamos, todavia, que a identificação ao paradigma biocêntrico não foi confirmada pelo estudo das representações sociais, que apontou tanto elementos biocêntricos como antropocêntricos. Tais contradições sugerem um processo gradual de transição de paradigmas, em que ambas as visões de mundo coexistem. Palavras-chave: Psicologia ambiental. Representação social. Atitudes. Meio ambiente.

Documentos em destaque

VLEX uses login cookies to provide you with a better browsing experience. If you click on 'Accept' or continue browsing this site we consider that you accept our cookie policy. ACCEPT