BALAN�O - br advisory partners participaçoes s.a

Publication Date27 Jan 2021
quarta-feira, 27 de janeiro de 2021 Diário Of‌i cial Empresarial São Paulo, 131 (16) – 5
co
ntin
ua
BR Advisory Partners Participações S.A.
CNPJ/MF nº 10.739.356/0001-03
Relatório da Administração
Senhores Acionistas,
Submetemos à apreciação de V.Sas. as demonstrações financeiras da BR Advisory Partners Participações S.A.
(“Companhia”) relativas ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2020, 2019 e 2018. Destacamos os
seguintes fatos no período de 31 de dezembro de 2020:
Contexto econômico: O ano de 2020 foi marcado pela crise causada pela pandemia do coronavírus. Isso afetou
diretamente a economia e os mercados em que atuamos, a partir do final de fevereiro, num ano que se iniciou
com perspectivas positivas macro-econômicas e bastante favoráveis ao ambiente de negócios. Encerramos o ano
com perspectivas melhores após várias atuações dos principais bancos centrais e governos gerando pacotes de
suporte às diferentes economias, a eleição americana e o início da vacinação global. No Brasil, como não poderia
ser diferente, tivemos um forte impacto fiscal com os desembolsos de ajuda aos estados e auxílios emergenciais,
o que inspira bastante cautela na gestão da dívida pública e o teto de gastos nos próximos anos.
Desempenho dos negócios: Na área de Assessoria Financeira mantivemos nossa posição de liderança no
segmento de fusões e aquisições conquistando o primeiro lugar nos rankings do Mergermarket e Bloomberg e
atingindo o melhor resultado de nossa história com mais de 33 transações anunciadas e volume total de negó-
cios acima de R$100 bilhões. Além disso recebemos da Euromoney o prêmio de Best Advisory House in Latin
America. Atuamos de forma relevante nos principais setores da economia brasileira representando clientes como
Vivo, Petrobras, Grupo Pão de Açúcar, Linx, Pottencial, Hypera, Necton, BNDES, Grupo Moreno, Eletrobras, entre
outros. A área de Investimentos aumentou o volume de ativos sob gestão para R$ 470 milhões. No FIP BR Partners
Outlet Premium Multiestratégia reduziu os custos da dívida financeira e todos os shoppings do fundo apresenta-
ram forte recuperação nas vendas e na lucratividade após os efeitos iniciais da Covid-19. A área de Mercado de
Capitais se destacou na estruturação e distribuição de Certificado de Recebíveis Imobiliários, ficando em 1º lugar
no Ranking da Anbima de originação e distribuição (até novembro de 2020). O BR Partners Banco de Investimento
S.A. (“Banco”) atuou como Coordenador Líder em 16 operações de CRIs, totalizando mais de R$ 2,0 bilhões, para
empresas como TRX, Helbor, Vitacon, entre outros. Além disso, vale destacar que o Banco coordenou 9 operações
de Fundo imobiliário, totalizando mais de R$1,4 bi em colocação, colocando a BR Partners entre os 4 maiores do
mercado (ranking Anbima de distribuição até novembro de 2020). Na área de Sales & Trading, houve uma forte
procura por operações de hegde cambial pelos clientes durante todo o ano, com muita volatilidade em especial no
primeiro semestre, onde apesar de termos sido conservadores no uso dos nossos limites de contraparte, vimos
as margens crescerem para os clientes de grande porte. Realizamos operações importantes de “Liability Manage-
ment” no segundo semestre com clientes de mercado de capitais, fortalecendo nosso cross-selling entre produtos.
No Banco, continuamos a crescer nossa carteira de ativos, principalmente nos CRIs originados por nossa área
de mercado de capitais, onde encerramos o ano com uma carteira de R$ 211 milhões. Nossa liquidez encerrou o
exercício acima de R$ 150 milhões. Nossa área de captação, criada em meados do ano, vem abrindo relaciona-
mento e limites em depósitos com clientes institucionais, corporativos e plataformas, que deve ser intensificado
em 2021. Em dezembro, tivemos a reavaliação do nosso rating de crédito pela Fitch, sendo reafirmado em A-(bra),
com outlook alterado de negativo para estável. Nosso rating se destaca pelos altos índices de rentabilidade do
Grupo mesmo em momentos adversos, a boa liquidez e baixa alavancagem de crédito do Banco e a forte capaci-
dade de se beneficiar de oportunidades de negócios.
Desempenho financeiro consolidado: As receitas totais atingiram R$236 milhões em 2020, refletindo um
aumento de 3,5% sobre o ano anterior. O lucro líquido atingiu R$ 88 milhões, representando um aumento de apro-
ximadamente 16% sobre o ano anterior e um retorno sobre o patrimônio líquido de 29,5%. A Companhia fechou o
ano com um patrimônio líquido de R$294 milhões.
Política de reinvestimento e distribuição de dividendos: A Companhia não tem política formal de reinvesti-
mento por parte de seus acionistas e todos os reinvestimentos verificados foram deliberados pelos acionistas em
sede de AGE. A distribuição de dividendos ocorre de acordo com o previsto no Estatuto Social da Companhia.
Negócios sociais e principais fatos administrativos: A Companhia não possui uma política formal de patrocí-
nio, incentivo cultural e/ou promoção de ações sociais. Todos os patrocínios, incentivos culturais e ações sociais
realizadas pela Companhia foram pontuais. Neste ano, através das Leis de Incentivo, apoiamos diferentes inicia-
tivas nas áreas da saúde, esporte, juventude, educação e cultura. Os projetos sociais beneficiados foram: Lar da
Benção Divina, Arte Despertar – Conectar para Engajar, Bienal, Hospital do Amor (Hospital do Câncer de Barre-
tos), NAR (Núcleo de Alto Rendimento Esportivo de São Paulo) e ASA e totalizaram o montante de R$1,3 milhões.
Eventos societários ocorridos em sociedades ligadas e/ou controladas: Venda da totalidade das ações de
emissão da BR CTVM, livres e desembaraçadas de quaisquer ônus, com todos os direitos a elas inerentes, para
a Bekoach Participações S.A. celebrado em 13 de novembro de 2018. A referida operação foi aprovada pelo
Banco Central do Brasil segundo comunicação de deferimento de pleito expedida em 30 de outubro de 2019. A
compradora já realizou o pagamento integral do valor devido. No dia 05 de outubro de 2020, houve a publicação no
Diário Oficial da União da aprovação da venda da BR CTVM. Em 10 de novembro de 2020, o BR Partners Banco
de Investimento S.A. deliberou sobre a aprovação de seu aumento de capital social no valor de R$72.500 pelo
seu acionista BR Partners Participações Financeiras Ltda., passando o capital social do BR Partners Banco de
R$ 127.750 para R$ 200.000, submetendo ao Banco Central do Brasil um pleito neste sentido para aprovação. O
Banco Central do Brasil aprovou o aumento de capital em questão no dia 07 de dezembro de 2020, de maneira
que referido aumento de capital já foi inteiramente integralizado em dezembro de 2020. Neste ano de 2020, a
Companhia realizou seu pedido junto à Comissão de Valores Mobiliários para tornar-se uma companhia aberta, na
categoria A, e, concomitantemente a tal pedido, realizou também o pedido para realizar a abertura de seu capital
na B3 S.A. – Brasil, Bolsa, Balcão (“B3”), no segmento de listagem denominado “Nível 2”, por meio de uma oferta
pública primária de Units, prevista para ocorrer em setembro de 2020 (“Oferta Pública”). Para a viabilização da
Oferta Pública, a Companhia teve que fazer a conversão de ações preferenciais em ações ordinárias, cancela-
mento de ações ordinárias mantidas em tesouraria e desdobramento de ações preferenciais e ordinárias. Uma vez
que não houve a concretização da Oferta Pública, a Companhia teve que realizar a conversão de ações ordinárias
em preferenciais, de maneira a retornar a sua situação antes da realização do seu pedido como companhia aberta,
na qual a BR Partners Holdco Participações S.A. era detentora de 100% das ações ordinárias da Companhia,
equivalentes a 50% do seu capital social e os fundos Brapinvest FIP e Brapinvest IV FIP eram detentores, conjun-
tamente, de 100% das ações preferenciais da Companhia, equivalentes a 50% do seu capital social.
Relacionamento com auditores externos: Em atendimento à Instrução CVM nº 381, a Companhia contratou a
KPMG Auditores Independentes para serviços de auditoria das demonstrações financeiras. O procedimento da
Companhia na contratação de serviços não relacionados à auditoria externa busca avaliar a existência de conflito
de interesse, assim, são avaliados os seguintes aspectos: o auditor não deve (i) auditar o seu próprio trabalho, (ii)
exercer funções gerenciais no seu cliente e; (iii) promover os interesses do seu cliente.
Declaração dos Diretores: Os Diretores da BR Advisory Partners Participações S.A. (“Companhia”) declaram que
reviram, discutiram e concordam (a) com as demonstrações financeiras individuais e consolidadas da Companhia
em 31 de dezembro de 2020, 2019 e 2018; e (b) com as opiniões expressas no parecer de auditoria da KPMG
Auditores Independentes, auditores independentes da Companhia, quanto às demonstrações financeiras individu-
ais e consolidadas da Companhia em 31 de dezembro de 2020, 2019 e 2018.
Agradecimentos: A BR Partners agradece a todos os colaboradores e sócios que contribuíram para o desenvol-
vimento e aprimoramento de suas atividades.
São Paulo, 24 de janeiro de 2021.
A Diretoria
Balanços Patrimoniais individuais e consolidados em 31 de dezembro (Em milhares de reais)
Controladora Consolidado
Ativo Notas 2020 2019 2018 2020 2019 2018
Caixa e equivalentes de caixa 4 5 248 47.102 58.308 35.762
Ativos financeiros ao valor justo por meio de resultado 5 70.121 59.292 55.022 540.349 344.744326.913
- Títulos públicos – 151.462 172.214 228.086
- Títulos privados –255.960 113.238 43.805
- Cotas de fundo de investimento 70.121 59.292 55.022 132.927 59.292 55.022
Instrumentos financeiros derivativos 6(a) 38.090 24.876 8.934
Ativos financeiros ao custo amortizado 7 120 43.258 36.260 85.609 99.547 130.872
- Títulos privados 3.853 3.669
- Operações de crédito 28.802 36.278 60.454
- Outros ativos financeiros ao custo amortizado 120 43.258 36.260 56.807 59.416 66.749
Dividendos a receber 13.987 40.372 37.557–––
Tributos a recuperar 11 41 257 27.422 1.599 2.779
Pagamentos antecipados 137 1.192 766 555
Ativo fiscal diferido 19(b) 12.470 4.589 5.022
Investimentos em controladas 9 265.780 185.743172.867
Imobilizado 10 151 672 1.296 3.609 6.932 2.523
Intangíveis 11 – 5.568 5.539 5.966
Total do ativo 350.312 329.378 303.507 761.411 546.900 519.326
Controladora Consolidado
Passivo e Patrimônio Líquido Notas 2020 2019 2018 2020 2019 2018
Passivos financeiros ao custo amortizado – 289.506 141.706 179.949
- Recursos de instituições financeiras 13(c) 39.006 23.007
- Recursos de clientes 13(a) – 252.869 80.443 146.960
- Recursos de emissão de títulos 13(b) 7.021 8.404 9.866
- Outros passivos financeiros 13(d) 29.616 13.853 116
Instrumentos financeiros derivativos 6(a) 15.457 29.930 5.270
Valores a pagar – fornecedores 12 1.288 368 509 3.682 13.231 9.132
Valores a pagar – sociedades ligadas 93 83 133 4
Impostos a recolher 19 3.850 10 18 31.597 6.549 4.409
Passivo fiscal corrente 19 236 32.870 7.065 4.023
Passivo fiscal diferido 19 10.214 11.059 11.171 23.218 24.046 23.788
Outros valores a pagar 41.122 10.314 10.314 69.869 12.398 11.393
Passivo de arrendamento 21(g) – – – 1.463 4.667 –
Total do passivo 56.567 22.070 22.145 467.666 239.592 237.964
Patrimônio líquido
Capital social 268.843 238.396 225.630 268.843 238.396 225.630
Reserva de capital 3.653 32.578 32.578 3.653 32.578 32.578
Reserva de lucros 21.249 46.648 33.468 21.249 46.648 33.468
Ações em tesouraria – (10.314) (10.314) – (10.314) (10.314)
Total do patrimônio líquido 14293.745 307.308 281.362 293.745 307.308 281.362
Total do passivo e patrimônio líquido 350.312 329.378 303.507 761.411 546.900 519.326
As notas explicativas são parte integrante das demonstrações financeiras
Demonstrações do Resultado Individuais e Consolidadas exercício f‌i ndo em 31 de dezembro
(Em milhares de reais)
Controladora Consolidado
Notas 2020 2019 2018 2020 2019 2018
Receitas de juros e ganhos em instrumentos
financeiros 8.394 18 3.168 1.223.703 477.889 590.843
Despesas de juros e perdas em instrumentos
financeiros (331) – (1.176.956) (451.377) (559.467)
Resultado líquido de juros e ganhos/perdas em
instrumentos financeiros 16 8.394 (313) 3.168 46.747 26.512 31.376
Receitas de prestação de serviços 15 189.279 201.638 104.302
Despesas de serviços técnicos especializados 17(a) (3.597) (17.432) (65.021) (16.685)
Outras receitas 6 209 51 3.672 796 1.073
Total de receitas de prestação de serviços (3.591) 209 51 175.519 137.413 88.690
Total de receitas 4.803 (104) 3.219 222.266 163.925 120.066
Despesas de pessoal 17(b) (2.346) (44) (126) (48.410) (25.104) (25.483)
Despesas administrativas 17(c) (2.002) (968) (962) (33.411) (31.261) (29.598)
Perda por redução ao valor recuperável (359) (90) (105)
Outras despesas 18 (428) (215) (250) (6.911) (4.183) (1.263)
Despesas operacionais (4.776) (1.227) (1.338) (89.091) (60.638) (56.449)
Resultado não operacional (728) (11) 369 (126) (55)
Resultado antes dos tributos sobre o lucro e
resultados de equivalência patrimonial (701)(1.331) 1.870 133.544 103.161 63.562
Resultado de equivalência patrimonial 9 92.268 77.969 49.328
Resultado antes dos tributos sobre o lucro 91.567 76.638 51.198 133.544 103.161 63.562
Tributos sobre lucros 19(a) (2.832) (123) (1.071) (44.809) (26.646) (13.435)
Lucro líquido do exercício 88.735 76.515 50.127 88.735 76.515 50.127
Resultado atribuível aos Acionistas da Companhia 14(c) 88.735 76.515 50.127
Resultado por ação ordinário – básico R$ 0,30 0,40 0,28
Resultado por ação preferencial – básico R$ 0,41 0,19 0,13
Resultado por ação ordinário – diluído R$ 0,30 0,40 0,28
Resultado por ação preferencial – diluído R$ 0,41 0,18 0,12
As notas explicativas são parte integrante das demonstrações financeiras
Demonstrações do Resultado Abrangente Individuais e Consolidadas exercício f‌i ndo em 31 de dezembro
(Em milhares de reais)
Controladora Consolidado
2020 2019 2018 2020 2019 2018
Lucro líquido do exercício 88.735 76.515 50.127 88.735 76.515 50.127
Outros resultados abrangentes (ORA)
Itens que podem ser subsequentemente reclassifica-
dos para o resultado
Variação de ajuste de avaliação patrimonial de ativos
financeiros ao valor justo por meio de outros resultados
abrangentes – – – – – (26)
Resultado abrangente do exercício 88.735 76.515 50.127 88.735 76.515 50.101
Resultado abrangente atribuível aos:
Acionistas da Companhia (nota 14(c)) 88.735 76.515 50.101
As notas explicativas são parte integrante das demonstrações financeiras
Demonstrações dos Fluxos de Caixa exercício f‌i ndo em 31 de dezembro (Em milhares de reais)
Controladora Consolidado
Notas 2020 2019 2018 2020 2019 2018
Fluxos de caixa de atividades operacionais
Lucro líquido 88.735 76.515 50.127 88.735 76.515 50.127
Ajustes para:
Efeito das mudanças das taxas de câmbio em
caixa e equivalentes de caixa (5.736) 2.772 4.026
Perda por redução ao valor recuperável 359 90 105
Depreciações e amortizações 17(c) 521 624 587 2.805 2.692 1.520
Baixa de imobilizado 10 50 1.905 29 51
Impostos diferidos (845) (8.709) 691 2.915
Tributos sobre lucros 2.832 123 1.071 44.809 26.646 13.435
Provisões tributárias (236) (235) 25.805 3.042 (2.991)
Resultado de participações em controladas (92.268) (77.969) (49.328)
Resultado na baixa de ativo imobilizado (12) 110
Outros ajustes 134 – (62) (164) 973 94
(1.127) (942) 2.383 149.808 113.450 69.392
Variação em:
Ativos financeiros a valor justo por meio do
resultado (10.829) (4.270) (3.130)(195.605) (17.831) (74.886)
Instrumentos financeiros derivativos (27.687) 8.718 8.871
Ativos financeiros ao custo amortizado
- Aplicações mercado aberto 3.853 (184) (221)
- Operações de crédito 7.476 21.326 (33.332)
- Outros ativos financeiros ao custo amortizado 43.138 (10.094) (726) 2.609 7.333 (7.443)
Ativo financeiro ao valor justo por meio de outros
resultados abrangentes 6.508
Tributos a recuperar 30 216 260 (25.823) 1.180 5.236
Pagamentos antecipados (137) (426) (211) 282
Valores a pagar – Fornecedores 920 (141) 150 (1.467) 4.099 3.214
Controladora Consolidado
Notas 2020 2019 2018 2020 2019 2018
Passivos financeiros ao custo amortizado
- Recursos de instituições financeiras (39.006) 15.999 23.007
- Recursos de clientes 172.426 (66.517) 44.030
- Recursos de emissão de títulos (1.383) (1.462) (165)
- Outros passivos financeiros 15.763 13.737 (3.226)
Passivos de arrendamento (3.204) (4.667)
Valores a pagar sociedades ligadas 10 (50) 56 4 (15)
Dividendos a receber 26.385 (2.815) 9.301
Impostos a recolher 1.242 (8) (29) 3.143 (6.664) (12.973)
Outros valores a pagar 30.808 – 49.389 5.672 73
90.440 (18.104) 8.265 109.807 93.978 28.352
Juros pagos –– (2) (404)
Juros recebidos 65 –– – 2.850 2.340
Imposto de renda e contribuição social pagos (234) (22.904) (17.842) (10.739)
Caixa líquido gerado (utilizados nas)
atividades operacionais 90.271 (18.104) 8.265 86.966 78.984 19.549
Fluxos de caixa das atividades de
investimento
Aumento de investimento Companhia investida 9 (72.250) ––
Dividendos recebidos 84.481 59.463 34.190
Recursos provenientes da venda de imobilizado
de uso 4 11
Aquisição de imobilizado de uso 10 (941) (6.703) (335)
Aquisição de intangível 11 (477) (510)
Redução de capital em companhia investida – (4.752) – (2.606)
Caixa gerado (utilizado nas) atividades de
investimento 12.235 59.463 29.438 (1.407) (6.703) (3.451)
Fluxos de caixa das atividades de
financiamento
Recursos provenientes de emissão de ações 30.447 12.766 5.913 30.447 12.766 12.146
Ágio na alienação de ações 10.112 10.112
Recursos provenientes de alienação de ações 202 202
Recompra de ações (38.334) (38.334)
Recursos provenientes de mútuo (42.482) 2.678 (560) (42.482) (2.678) (560)
Dividendos pagos (62.446) (57.051) (43.490) (62.446) (57.051) (41.858)
Caixa gerado pelas (utilizado nas) atividades
de financiamento (102.501) (41.607) (38.137) (102.501) (46.963) (30.272)
Aumento/(diminuição) de caixa e equivalentes
de caixa 5 (248) (434) (16.942) 25.318 (14.174)
Caixa e equivalentes de caixa no início do
exercício 4 248 682 58.308 35.762 53.962
Efeito das mudanças das taxas de câmbio sobre
o caixa e equivalentes de caixa 5.736 (2.772) (4.026)
Aumento/(diminuição) de caixa e equivalentes
de caixa 4 5 248 47.102 58.308 35.762
Caixa e equivalentes de caixa no final do
exercício 5 (248) (434) (16.942) 25.318 (14.174)
As notas explicativas são parte integrante das demonstrações financeiras
A IMPRENSA OFICIAL DO ESTADO SA garante a autenticidade deste documento
quando visualizado diretamente no portal www.imprensaoficial.com.br
quarta-feira, 27 de janeiro de 2021 às 00:47:54.

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO

VLEX uses login cookies to provide you with a better browsing experience. If you click on 'Accept' or continue browsing this site we consider that you accept our cookie policy. ACCEPT