BB passa a atuar em todo o ciclo do mercado de carbono

O Banco do Brasil (BB) anunciou seus primeiros projetos e negócios no mercado de créditos de carbono. Foram firmados nesta quinta-feira três contratos de projetos de originação de créditos de carbono nos biomas Amazônia e Cerrado. O banco também assinou seu primeiro negócio de comercialização de créditos na região Sul. De acordo com o presidente do Banco do Brasil, Fausto Ribeiro, a proximidade com clientes permite atuar gerando valor em diversas etapas do ciclo do mercado de carbono. "A partir de análises em 80 propriedades por todo o País, nossas equipes técnicas mapearam cerca de 500 mil hectares de terra que podem ser habilitadas para o mercado de carbono. Desse total, 150 mil hectares ganharam o status de pré-avaliados para viabilidade de projetos", explica.A iniciativa é um desdobramento do evento Mercado Global de Carbono, que aconteceu em maio, no Jardim Botânico do Rio de Janeiro, quando o BB anunciou um conjunto de projetos para apoiar seus clientes na originação e comercialização de créditos de carbono. Em uma das frentes anunciadas nesta quinta-feira, o Banrisul assinou com o BB uma intenção de parceria na área de sustentabilidade para a aquisição de créditos de carbono para compensação de suas emissões diretas de gases de efeito estufa (escopo 1), com foco em mudanças climáticas. Em um primeiro momento, está prevista a utilização da plataforma de intermediação de compra de crédito de carbono do BB para compensar as emissões diretas relativas ao ano de 2021. O presidente do Banrisul, Cláudio Coutinho, afirmou que o banco compreende a importância dessas ações para avançar em...

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO

VLEX uses login cookies to provide you with a better browsing experience. If you click on 'Accept' or continue browsing this site we consider that you accept our cookie policy. ACCEPT