Literatura policial em búzios

Búzios, que já teve uma agenda cultural mais animada, deve ganhar um evento bacana em 2018: um encontro anual de autores de literatura policial, batizado de Búzios Noir. O idealizador é Mario Paz, proprietário do Cine Bardot, que há anos promove um festival de cinema no balneário. O projeto, em fase de captação e já aprovado na Lei Rouanet, foi redigido pelo publicitário Lula Vieira, que, assim como Mário, é aficionado pelo gênero.

Como será

A primeira edição do festival vai contar com autores da América Latina e terá curadoria de Raphael Montes. “O slogan do evento será: ‘Pode ir a Búzios, você não vai morrer na praia’”, brinca Mario, que também é ator. Para quem não lembra, ele interpretou, em 2009, o simpático Maradona da novela “Viver a vida”, de Manoel Carlos, que se passava na cidade.

Casa do Jongo fechada

A Casa do Jongo, sede do Jongo da Serrinha, em Madureira, fechou as portas por tempo indeterminado. O espaço era mantido ao custo de R$ 400 mil por ano, mas deixou de receber investimento da prefeitura (o dinheiro vinha através de edital de fomento). “Estamos arrasados com isso que está acontecendo”, lamenta Dyonne Boy, coordenadora executiva

do Jongo da Serrinha.

Em tempo

O Jongo da Serrinha, como se sabe, foi tombado em 2005 pelo Iphan por seu trabalho de 50 anos dedicados à preservação do jongo como Patrimônio Imaterial do Sudeste.

Carneiros, a praia da virada

Carneiros, no litoral Sul de PE, despontou como a nova quintessência da virada do ano. Balançaram o pé de modelos da Victoria’s Secret " estavam lá Toni Garrn (ex de Leonardo Di Caprio), Bruna Lírio, Gizele Oliveira e Melodie Monrose...

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO

VLEX uses login cookies to provide you with a better browsing experience. If you click on 'Accept' or continue browsing this site we consider that you accept our cookie policy. ACCEPT