Tópicos em medicina legal e miscelânea

AutorLuciana de Paula Lima Gazzola
Páginas171-178
CAPÍTULO 11
TÓPICOS EM MEDICINA LEGAL
E MISCELÂNEA
No último capítulo, serão abordadas algumas questões que correspondem a
tópicos em Medicina Legal ou congregam diversos assuntos distintos na matéria,
especialmente envolvendo a interdisciplinaridade entre subáreas da ciência médica
e outros ramos do conhecimento.
(MÉDICO LEGISTA AMAPÁ – 2016 – FCC) O diagnóstico diferencial entre as lesões produzidas em vida
ou após a morte é um desao para o Perito Médico Legista. Em relação à análise de lesões
vitais e pós-mortais:
(A) o diagnóstico de vitalidade pode ser realizado por meio de microscopia eletrônica de
varredura.
(B) as catepsinas A e D são marcadores de lesões pós-mortais, podendo ser encontradas na
borda das lesões após oito horas de morte.
(C) equimose na borda da lesão não deve ser utilizada como critério de vitalidade, visto
que a inltração hemorrágica pode ocorrer no momento da incisão feita durante exame
necroscópico.
(D) a presença de crosta hemática nas escoriações é sinal de desidratação cadavérica.
(E) o líquido das bolhas de queimaduras provocadas após a morte é rico em leucócitos e
albumina.
A: correta. A microscopia eletrônica de varredura é de grande valia para a diferenciação entre lesões vitais e post
mortem, principalmente avaliando-se componentes celulares, na estrutura das plaquetas e dos coágulos B: incorreta,
pois as catepsinas A e D, bem como as prostaglandinas são mediadores da inamação e marcadores de vitalidade.
Genival Veloso de França diz que sua presença é capaz de autorizar um diagnóstico diferencial em feridas produzidas
menos de 5 minutos antes da morte” FRANÇA, Genival Veloso de. Medicina Legal. 11ª ed. Rio de Janeiro Guanabara
Koogan, 2017, p. 492) C: incorreta, pois a presença de equimose indica lesão em vida e não deve ser confundida com
uma mancha de hipóstase, que é um fenômeno cadavérico. Esta surge após a morte nas áreas de declive em razão do
acúmulo de sangue pela ação da gravidade, não tem inltração hemorrágica nas malhas dos tecidos e, quando uma
mancha de hipóstase é seccionada e lavada com água corrente, torna-se branca; D: incorreta, pois a presença de crosta
é sinal indiscutível de reação vital, pois ela se forma após a reação inamatória da pele ao redor da lesão E: incorreta.
A presença de leucócitos e albumina no conteúdo das bolhas indica inamação e, portanto, reação vital. Aparecem nas
vesículas e ictenas de queimaduras de 2º grau produzidas em vida, não havendo exsudato leucocitário nas bolhas
produzidas após a morte sinal de Janesie-Jeliac).
Gabarito “A”
(MÉDICO LEGISTA MG – FUMARC – 2013) Com relação às reações vitais, é CORRETO armar:
(A) A incoagulabilidade do sangue é um sinal de morte (sinal de Donnet), apesar de isso não
ser sempre absoluto.
EBOOK MEDICINA LEGAL 3ED.indb 171EBOOK MEDICINA LEGAL 3ED.indb 171 18/12/2020 08:37:1918/12/2020 08:37:19

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO

VLEX uses login cookies to provide you with a better browsing experience. If you click on 'Accept' or continue browsing this site we consider that you accept our cookie policy. ACCEPT